Compartilhe

No nosso artigo anterior nós explicamos alguns termos importantes para entender melhor sobre o tópico anúncio para ferramenta de busca (SEA) e ajudar você a programar melhor a sua campanha na busca paga.

Assim como no artigo anterior, aqui tomaremos como exemplo a plataforma do Google Adwords, que é a mais difundida entre as plataformas de anúncio pago na ferramenta de busca.

5. Índice de qualidade

Durante o processo de SEA, existe um ranking de todos os anúncios publicados. Isso significa que quando um usuário busca uma palavra-chave na ferramenta de busca, todos os anúncios serão mostrados de acordo com este ranking. A posição do seu anúncio vai depender do seu indice de qualidade, e não apenas do seu bid (proposta – a quantia de dinheiro que você está disposto a pagar).

O índice de qualidade é marcado em uma escala de 1 a 10, sendo 10 a melhor nota. Esta nota é composta por 3 elementos: taxa de cliques esperada para o seu anúncio, a relevância do seu anúncio e a qualidade da sua página de destino.

Ter um alto índice de qualidade permite você a diminuir o custo do seu anúncio e ainda melhorar a sua posição. Para testar o seu índice de qualidade você só precisa se conectar a sua conta no Google. Você pode não só fazer o teste do índice de qualidade mas também receber as recomendações do Google.

grafico-de-crescimento-de-negocios-psd_55-292934247

6. Campanha

Quando você cria uma campanha no Google Adwords você tem a possibilidade de organizar esta campanha adicionando um grupo. Um grupo adicional contém anúncios, palavras-chave e bids (propostas). Esses grupos adicionais compartilham do mesmo orçamento e direcionamento e ajudam você a organizar sua campanha por produtos ou serviços oferecidos. A sua conta no adwords pode conter um ou mais campanhas e cada campanha pode conter um ou mais grupos. Para ver esta estrutura com mais clareza, você pode acessar a página do Google Support.

7. Taxa de cliques

Taxa de cliques (CTR – do inglês Click Through Rate) é a medida do número de cliques recebidos no seu anúncio dividido pelo número de impressões do seu anúncio ou quantas vezes o seu artigo foi visualizado.

A taxa de cliques é um bom indicador para saber como as suas palavras-chaves estão atuando, e é um dos melhores indicadores para saber se as pessoas tem clicado em seus anúncios, o que também ajuda a melhora-lo caso ele não esteja sendo tão eficaz quanto o esperado.

8. Custos por clique

O custo por clique (CPC) é uma opção de pagamento. Este custo corresponde ao valor máximo que você está disposto a pagar por cliques no seu anúncio. Um custo por clique alto, normalmente, ajuda você a conseguir uma posição boa e melhorar o seu ranking.

9. Custo por impressão

O custo por impressão (CPM – do inglês Cost Per Mille) é uma opção de pagamento que permite que você pague a cada 1000 impressões do seu anúncio. Esta opção está disponível apenas para rede de Display.

Similar ao CPM é o vCPM. vCPM tem o mesmo principio que o CPM mas você paga apenas pela impressões visualizadas. Esta é uma boa opção já que alguns artigos podem ser marcados como visualizados, mas eles não foram vistos porque o anúncio estava no final da página. Para contar como uma visualização com o vCPM, o visitante deve passar mais de 1 segundo na tela onde o seu anúncio será mostrado. Também há o eCPM, que permite você comparar as suas campanhas em CPC e COM quando elas estão ameaçando uma a outra na rede de display.

10. Custo por ação

O custo por ação é uma boa opção para obter mais ação no seu website. Você só precisa definir  quais tipos de ação você espera da sua campanha. Ações possíveis são: inscrever-se para receber newsletter, preenchimento de formulário, compartilhamento em redes sociais, ganhar uma orçamento ou compra, etc.

Com o custo por ação, você seleciona o quanto está disposto a pagar por cada visitante que aceitar a ação proposta pelo seu site.

 

Clique aqui e confira a Parte 1

Compartilhe